Tocantinenses são apresentados aos preceitos da Fé Bahá’í

Uma nova visão religiosa começa a ganhar corpo no Tocantins e a também novos adeptos e simpatizantes a cada dia que passa. Trata-se da Fé Bahá’í, que, por enquanto, se encontra presente em dois pólos no Estado: Palmas e Gurupi, onde, desenvolve suas ações junto às comunidades, entre as quais chamam a atenção os cursos de aperfeiçoamento humano, objetivando promover mudanças de atitude, com reflexões sobre a vida do espírito.

Ednéa Rezende

Recém-eleita Delegada da Assembléia Espiritual do Tocantins, a escritora gurupiense Ednéa Rezende explica que a Fé Bahá’í é uma religião monoteísta fundada por Bahá’u’lláh, na Pérsia, hoje, Irã,  durante o século XIX, que enfatiza a unidade espiritual da humanidade.  “Trata-se de uma religião independente que possui as suas próprias leis, escrituras sagradas, administração e calendário. Mas não possui dogmas, clero, nem sacerdócio”, ressalta a escritora.

Abdul-Bahá (Servo de Deus)

De acordo com Ednéa Rezende, os  ensinamentos Bahá’ís atribuem grande importância ao conceito de unidade das religiões, onde a história religiosa da humanidade é vista como um processo de desenvolvimento gradual, em que surgem diversos Mensageiros Divinos com ensinamentos adequados às necessidades de cada momento e à maturidade de cada povo.Esses mensageiros incluem Krishna, Abraão, Buda, Jesus, Maomé e, mais recentemente, O Báb e Bahá’u’lláh.

Santuário do Báb em Haifa, Israel

Ednea Rezende lembra que  segundo os ensinamentos Baha’is, a humanidade encontra-se num processo de evolução coletiva a caminho de uma civilização mundial, e as suas necessidade atuais centram-se, essencialmente, no estabelecimento gradual da paz, justiça e unidade a uma escala global.

Templo Bahai Mãe da Índia ver http://www.bahai.pt

Com aproximadamente 7 milhões de adeptos, a Comunidade Bahá’í é a segunda religião mais difundida no mundo, superada apenas pelo Cristianismo, conforme afirma a Enciclopédia Britânica. “Os bahá’ís residem em mais de 200 países do mundo, em praticamente todos os territórios e ilhas do globo.  No Brasil a Comunidade Bahá’í está estabelecida desde fevereiro de 1921 e hoje é reconhecida por estabelecer projetos de desenvolvimento econômico e social em diversas regiões do país”, afirmou Ednéa.

ADMINISTRAÇÃO BAHÁ´Í

Edifício sede da Casa Universal de Justiça em Haifa, corpo administrativo da Comunidade Internacional Bahá'í

Por não ter clero, nem sacerdócio a administração da Fé Baha’i é essencialmente participativa. As atividades são sempre coordenadas por corpos de nove membros eleitos pelos próprios Bahá’ís. Todos os Bahá’ís maiores de 21 anos podem votar e ser votados. Nas eleições Bahá’ís não existe qualquer tipo de candidatura, nomeação, campanha eleitoral ou partidos.

Estes noves membros formam as Assembléias Espirituais Locais, em cada cidade onde os Bahá’ís existem no mundo. Estes membros eleitos por sua vez, elegem as Assembléias Regionais, que elegem a Assembléia Nacional. Por fim, os membros eleitos na Assembléia Espiritual Nacional elegem os membros da Casa Universal de Justiça, que é a instituição Suprema da Fé Bahá’í.

Nenhum indivíduo, ao ser eleito em quaisquer das instituições, possui autoridade individual. As decisões são de caráter consultivo e são válidas somente se o “corpo” estiver completo, com o número mínimo de indivíduos (quorum).

A ordem administrativa Bahá’í foi delineada por seu Profeta-Fundador Bahá’u’lláh no Seu Livro Kitáb-i-Aqdas, e por ‘Abdu’l-Bahá em A Última Vontade e Testamento.

Casa de Adoração Bahá'í do Chile a ser chamado Templo de Luz

O que ensina a Fé Bahá’í

A Unidade da Humanidade: “… hoje todos os horizontes do mundo estão iluminados com a luz da unidade… fomos criados para levar avante uma civilização em constante evolução…”

A livre e independente busca da verdade: “A luz é boa, não importa em que lâmpada brilhe… uma flor é bela, não importa em que jardim floresça…”

A eliminação de todas as formas de preconceitos e discriminação: “…somos as folhas e os ramos de uma mesma árvore… as gotas de um único mar…”

A igualdade de direitos e oportunidades para o homem e a mulher: “A humanidade assemelha-se a um pássaro, uma asa é o homem e a outra, a mulher. O pássaro não pode alçar vôo sem o equilíbrio dessas duas asas…”

A harmonia essencial entre a religião, a razão e a ciência: “A verdade é uma só e é indivisível… o progresso da humanidade depende desses fatores…”

Educação compulsória universal: “O homem é uma mina rica em jóias de inestimável valor, a educação, tão somente, poderá fazê-la revelar seus tesouros…”

A revelação divina é progressiva: “Deus é um, a religião é uma, a humanidade é uma… o objetivo da criação humana é conhecer e adorar a Deus… Todas as religiões provêm de um mesmo Deus…”

(Todas as frases entre aspas citadas, são das Sagradas Escrituras Bahá’ís)

Santuário bahai de Bab e seus jardins, centro mundial da religião, em Haifa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: