Archive for Abril, 2010

Vídeo-poesia “Uma questão de felicidade”

Abril 29, 2010

Acalanto comemora oito anos de fundação

Abril 20, 2010

Uma movimentada programação marcará as comemorações do oitavo aniversário de fundação da Acalanto – Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense, no próximo sábado, 24, que terá sessão solene às 20 horas, no auditório da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O presidente em excercício da Acalanto, José Francisco da Silva Concesso, informou que antes da sessão solene, às 16 horas haverá uma reunião com representantes das várias Academias de Letras do Tocantins na Biblioteca Municipal do município, para discutir uma ação conjunta que permita fomentar o fazer literário e incentivar o habito da leitura por todo o Estado. Estão sendo esperadas caravanas de escritores de Palmas, Gurupi, Dianópolis e Porto Nacional. No domingo, 25, será promovida uma feijoada de confraternização no Oásis Santa Cruz.

José Francisco da Silva Concesso, presidente da Acalanto

Espetáculo teatral movimenta escola de Gurupi

Abril 19, 2010

Diante do sucesso verificado nas apresentações no 6º Salão do Livro do Tocantins, em Palmas, a Cia. de Teatro Sorria Meu Bem fará uma apresentação do espetáculo teatral “Entrou de caixeiro e saiu como Sócio”, de autoria de Martins Pena, na quarta-feira, 21, no auditório do Centro de Ensino Médio (CEM) Estadual de Gurupi, com duas seções, sendo a primeira, com início às oito horas e, a segunda, às nove horas da manhã.

Com direção de Luiza Guedes, o espetáculo traz no elenco Fernando França, Layla Oliveira, Sorane Moraes, Ranielly Silva e Vinícius Martins.

O ator e produtor Vinícius Martins, lembra que no Salão do Livro o espetáculo teve excelente receptividade, arrancando muitas gargalhadas do público. “A expectativa é grande em relação ao público gurupiense e o nosso espetáculo é uma boa opção de lazer nesse feriado de Tiradentes”, destaca Martins.

Os artistas da Cia de Teatro Sorria Meu foram grande atração do 6º Salão do Livro do Tocantins

O TEU OLHAR

Abril 18, 2010

O teu olhar é diferente
dos olhares que o meu já encontrou.
É um olhar muito atraente,
que de repente, me enfeitiçou.

O teu olhar tem mais vida,
mais brilho, beleza e cor.
O teu olhar, minha querida,
confesso, me conquistou.

Não, não sei explicar
o que se passa no teu olhar.
Só sei que me enche de emoção.

E quando estás me olhando
eu vou me controlando,
dizendo: agüenta coração!

Tocantinenses são destaques no 1º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afrobrasileira

Abril 16, 2010

O projeto “Lagoa da Pedra e a Roda de São Gonçalo” foi aprovado no edital do 1º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afrobrasileiras. Prêmio é realizado pelo CADON – Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves, em conjunto com a Fundação Cultural Palmares – FCP e patrocínio da Petrobras.

O projeto de autoria do repórter fotográfico Emerson Silva, co-autoria e curadoria do fotógrafo Manoel Júnior com pesquisas e textos do jornalista, educador, teólogo e mestre em Ciências do Ambiente, Wolfgang Teske, nasceu da necessidade de levar ao público o acervo obtido durante o estudo de caso de processo folkcomunicacional (estudo sobre processos de comunicação através das manifestações folclóricas e suas relações com a mídia), o livro A Roda de São Gonçalo na Comunidade Quilombola da Lagoa da Pedra em Arraias”, de autoria de Teske.

Esse projeto foi o único selecionado do Estado do Tocantins, dentre os 1001 inscritos em todo o Brasil.

Consta do projeto exposição fotográfica interativa com 30 fotos coloridas, tamanho 0.60 cm x 0.90 cm; montar quebra cabeça fotográfico de 1,00 x 1,70 para interagir com os visitantes da exposição; elaborar fotolivros, selos e cartões postais customizados para distribuição entre parceiros e instituições de cultura do Estado; realizar exposições virtuais e atividades fotográficas. A exposição será apresentada nas principais cidades do Estado e na própria comunidade quilombola Lagoa da Pedra, com o objetivo de valorizar e preservar suas origens, rituais e a manifestação religiosa conhecida como Roda de São Gonçalo – ritual empregado em pagamento a alguma graça alcançada ou concedida, por meio de uma promessa a São Gonçalo.

Palestra na Escola Copefa abordou a formação de leitores na era do conhecimento

Abril 16, 2010

Um dia especial para incentivar ainda mais o hábito da leitura nos alunos da Escola da Cooperativa de Educadores de Formoso do Araguaia - Copefa

No dia 15 de abril, pela manhã, estive em Formoso do Araguaia, cidade localizada no Sul do Tocantins e a 320 km de Palmas, nossa capital, para ministrar palestra com o tema “A importância da formação de leitores na era do conhecimento”. O convite partiu da diretora da Escola Copefa– Cooperativa de Educadores de Formoso do Araguaia, professora Maria Madalena Costa Martins Souza, que estava promovendo o “Dia D da Leitura”.

Os alunos da Escola Copefa ficaram entusiasmados com a palestraFoi uma experiência gratificante, principalmente, por constatar que a escola coloca em prática – e com muita competência – várias ações de incentivo a leitura e a produção textual, propiciando ao alunado a participação entusiasmada, contribuindo também para despertar o senso crítico que certamente irão transforma-los em cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres ao mesmo tempo em que os prepara para vencer os obstáculos que por ventura lhes surjam pela frente.

Após a minha palestra, fiz o sorteio de vários livros entre os alunos, bem como, doação de algumas publicações de autores tocantinenses à Biblioteca da Escola. A Copefa integra a rede de escolas do Sistema Positivo de Ensino.

Este palestrante ladeado pela equipe de professores da Escola Copefa

A navegação poética de Dourival Santiago

Abril 12, 2010

O poeta Dourival Santiago está com novo livro na praça

“Esta obra representa a inquietude, o espanto, a perplexidade do “eu lírico” diante dos acontecimentos da vida, pois o homem é um ser que não sabe viver sem matar, não sabe amar sem ferir, e nem ganhar sem perder”. É assim que o poeta Dourival Santiago define o conjunto de poesias inseridas em “Barco de Pedra”, livro publicado pela Editora Kelps, de Goiânia (GO). Na visão do autor, esse mesmo homem é limitado demais, se perde nos labirintos das circunstâncias e quase sempre não vê a nobreza de seu coração. Após as primeiras leituras de “Barco de Pedra”, é fácil concordar com a opinião do professor Gesimário de Carvalho, que assina o prefácio da obra, ao afirmar que ver algo de especial na poesia de Dourival Santiago, ressaltando que afora as rimas, o poeta não persegue a forma como o seu ideário. “Sua ambição maior é ser um repositório das situações afetivas mais singelas, mas não menos vitais no cotidiano humano. Tal prática se dá por intermédio de um lirismo simples e cativante, cuja maior escola na nossa poesia foi praticada por Manuel bandeira”, explica o professor.

SOBRE O AUTOR

Dourival Santiago é natural de Miracema do Tocantins, mas reside em Paraíso do Tocantins desde 1970. Em 1977 enveredou-se pelos caminhos das artes cênicas, tendo escrito, atuado e dirigido vários espetáculos teatrais. Em 1982 venceu em Goiânia (GO), o Concurso de Poesias Grandes Talentos. Possui publicados os seguintes livros: “Pegadas do Sol” (Poesias – 1986); “O mundo não vale a minha mãe” (Poesias-1988) e que teve segunda edição ampliada em 2006. “Vida Humana”(Poesias-1994); “Gente do Interior” (Crônicas e Contos – 2004). Participou, ainda, da Antologia poética do V Prêmio SESI de Poesia (1977), V prêmio SESI de Contos tocantinenses (1999) e da coletânea “Na trilha do descobrimento do Brasil” (2000), em Santos (SP). Dourival Santiago é titular da Academia Tocantinense de Letras, onde ocupa a cadeira 39, cujo patrono é o escritor, educador e humanista Ribeiro da Cunha. Também integra o quadro de Membro Correspondente da Academia Gurupiense de Letras. Em Paraíso do Tocantins foi diretor de Cultura do Palácio de Cultura Cora Coralina,fundou o Grupo Independente de Teatro do Tocantins (GRITTO), e, em 2009, foi eleito presidente do Conselho Municipal de Cultura de sua cidade.