Archive for Agosto, 2010

Gurupi vai ser o grande palco do Festival Nacional de Teatro

Agosto 31, 2010

Sempre atuantes, os talentosos atores da trupe da Cia de Teatro Sorria Meu Bem contam com um Ponto de Cultura em Gurupi

A Cia de Teatro Sorria Meu Bem, atuante na cidade de Gurupi há mais de 10 anos foi  o único grupo da região Norte do país selecionado  pela Fundação Nacional de Artes (FUNARTE) com o  prêmio para realização de Festivais de Artes Cênicas. O projeto intitulado ENCENART- Encontro Nacional e Regional de Teatro do Tocantins foi selecionado para acontecer no mês de outubro.

De acordo com o coordenador da Cia de Teatro Sorria Meu Bem,  Thomas Batista o evento contará com a participação de 03  grupos nacionais, 04 Regionais e 02 do município, totalizando assim 10 apresentações que ocorrerão durante uma semana. convidados.

A Cia de Teatro Sorria Meu Bem vai apresentar o espetáculo Nem Pão, Só Circo, com textos de vários autores, tendo direção de Thomas Batista, cenários de Lico Campos e participação dos atores  Vinícius  Martins, Gil Araújo e grande elenco.

Oração da Amizade

Agosto 31, 2010

Amizade com fé

Uma questão de felicidade

Agosto 31, 2010

FETO divulga espetáculos selecionados de sua 10ª edição

Agosto 27, 2010

O FETO – Festival Estudantil de Teatro apresenta os espetáculos selecionados para sua 10ª edição e garante boas surpresas.  Na edição deste ano, 907 estudantes se inscreveram, o que representa um crescimento de 63,5% em relação à edição de 2009, que teve 576 inscritos: prova do estabelecimento de redes colaborativas entre grupos, estudantes e arte-educadores ao longo de 12 anos e dez edições. Além disso, na edição deste ano, todas as regiões do país foram representadas por 12 estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amazonas, Pará e Pernambuco.

Os 15 espetáculos selecionados para o Festival incluem sete na categoria Escola de Teatro, produções de estudantes de instituições de ensino de artes cênicas, nos níveis técnico e superior, e oito na categoria Teatro na Escola, produções de estudantes de ensino fundamental, médio e graduação. Os espetáculos selecionados estão distribuídos nas modalidades Teatro de Palco, de Rua e em Espaço Alternativo, que se apresentarão entre os dias 20 e 30 de outubro em Belo Horizonte. Paralelo aos espetáculos, a programação do FETO 2010 contará também com oficinas, debates e apresentação de espetáculos profissionais em diversos pontos da cidade.

Confira aqui a lista completa dos grupos selecionados.

Publicado o Almanaque Santo Antônio 2011

Agosto 27, 2010

A tradicional Editora Vozes publica há 34 anos, o Almanaque Santo Antônio, organizado pelo frei Edrian Josué Pasini.

A edição de 2011 acaba de ser lançada com 223 páginas. O livro é  uma espécie de mini-biblioteca. Nele o leitor vai encontrar de tudo um pouco: curiosidades, datas comemorativas, dicas de culinária, noções de ecologia, educação, folclore, passatempo, saúde, além de fatos que marcaram a história brasileira e universal e muito mais.   Credita-se o sucesso da publicação à sua linguagem lúdica e de fácil assimilação.

Indicado para a família, para o estudante e para o professor, o Almanaque Santo Antônio é uma publicação multitemática, rica em sabedoria científica e popular, custa apenas R$ 12,00 e  pode ser adquirido pela internet, no site: www.editoravozes.com.br

FOLHINHA

Também pela Vozes  já está disponível para o leitor a Folinha do sagrado Coração de Jesus 2011, sendo composta de uma estampa com imagem do Sagrado Coração de Jesus e de um bloco com o calendário anual que é encaixado na parte inferior da estampa. Possui conteúdo diversificado: de religião até culinária, mensagens e cuidados para com a saúde. Traz indicação litúrgica diária, calendário agrícola e de pesca, fases da lua, pensamentos bíblicos e de autores diversos, datas comemorativas civis e de santos, comentário do Evangelho dominical, concurso bíblico, reflexões, curiosidades, humor.  Preço: R$ 9,60

Com que cara?

Agosto 24, 2010

Tem gente que não tem jeito,

precisa urgentemente mudar.

Faz tudo sempre errado

e pensa que certo está.


Eu já não sei mais o que fazer

Com gente como essa.

Suja a nossa cidade

E acha que é legal à beça.


A sujeira já é tamanha

como tamanha é a ignorância.

Vocês sabiam que cidade limpa

é coisa de muita importância?


Colaborem com a limpeza,

mostrando um pouco de educação.

Olhem só a cara lambida

de quem joga lixo no chão:



Conhecimento adquirido pela prática pode valer certificado a trabalhador

Agosto 21, 2010

Os trabalhadores que desejam obter certificado de conhecimentos adquiridos ao longo de suas trajetórias, sem que tenham necessariamente recebido educação formal, podem se inscrever no Programa Certific, parceria dos ministérios da Educação e do Trabalho e Emprego. O foco da iniciativa está em trabalhadores que há muito tempo desempenham uma função, mas não têm diploma ou certificado que comprove sua formação.

Inicialmente, serão reconhecidos profissionais das áreas de música, pesca e aquicultura, turismo e hospitalidade, construção civil e eletroeletrônica. Tanto as inscrições quanto a própria certificação e emissão de diplomas é gratuita. Não há limite de vagas. As inscrições vão até 10 de setembro.

O profissional interessado deve procurar o instituto federal de educação, ciência e tecnologia mais próximo. São 37 campi de institutos federais, em 13 estados mais o Distrito Federal, que oferecerão o Certific neste semestre.

“O programa apresenta dois benefícios imediatos: a ampliação da possibilidade de acesso ao mercado de trabalho e a elevação da taxa de escolaridade da população adulta”, explicou Eliezer Pacheco, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação.

Acolhida – O trabalhador será avaliado por uma equipe multidisciplinar composta por assistente social, pedagogo e especialistas da área. Depois da entrevista, há duas possibilidades.

Se for constatada a excelência do trabalhador, ele recebe um certificado do instituto federal comprovando sua qualificação. Caso sejam constatadas falhas técnicas, o próprio instituto federal se encarrega de oferecer a formação ao trabalhador. Se for constatado déficit escolar, o trabalhador é encaminhado para uma escola de educação básica, para posteriormente receber o certificado.

Mais informações na página do programa ou pelo fone 0800-616161

Veja a relação de institutos federais que oferecerão o Certific

Célio Pedreira será empossado na Academia Tocantinense de Letras

Agosto 20, 2010

A Academia Tocantinense de Letras realiza sessão solene dia 27 de agosto, em Porto Nacional (TO), para empossar o médico e poeta Célio Pedreira na cadeira nº 6, anteriormente ocupada  por Antônio Luiz Maya. A solenidade acontece no Auditório Durval Godinho.

Natural de Porto Nacional, Célio Pedreira graduou-se em Farmácia-Bioquímica e Medicina em Alfenas – sul de Minas. Integra a ONG Pote de Barro.

Obras publicadas:

  • Porta- Pote Editora. 2003;
  • Cantigas da Claridade– Pote Editora. 2005 ;
  • Um poema Catedral uma canção– Pote Editora. 2007;
  • Agudas e crônicas– Pote Editora.2007;
  • Porto Transversal -Pote Editora. 2008;
  • Três Cartas para Maria Isabel -Pote Editora. 2008;
  • Saúde e Comunidade– Pote Editora. 2009.
GROTA DAS POMBINHAS

Caminho de grota
maioria é calado
remoe terra de quintal
aflora na rua quando quer
e vai rezando no rumo do rio.

Caçoada de grota é ladeira
fiapo d’água na pedra
margem capilar
nem farta
nem sovina
só passarinho.

A grota das pombinhas
hoje lamenta cimento
agoniza lodo seco
ou empresta a tarde para as larvas
como suspirar de nada.

Célio Pedreira

Núbio Brito faz sua estréia no mundo da literatura com a publicação de um livro de memórias

Agosto 20, 2010

Com uma folha respeitável de serviços prestados à  imprensa tocantinense, o jornalista, Núbio Brita decidiu colocar em prática um sonho acalentado durante muitos anos: a publicação de um livro de memórias, cujo personagem central é o seu pai, Rômulo Leitão Brito, 78 anos,  uma figura emblemática, pioneiro de Gurupi, cidade localizada na região Sul do Estado de Tocantins.

Em Tranqueira – Memórias de meu velho pai,  Núbio Brito faz  um registro de memórias com resgate da expressão cultural e regional, com parte da obra narrada em episódios ocorridos na fazenda Tranqueira, em Alto Parnaíba (MA).  Mas como a família Brito vive em  Gurupi desde os idos de 1955, o autor também buscou retratar  fatos e imagens históricas dessa cidade.  Foi um trabalho árduo de pesquisa, iniciada em 2004, quando do retorno de seu pai à fazenda Tranqueira, isso, após 50 anos de sua partida.

A noite de autógrafoa já tem data marcada: será no dia 17 de setembro, a partir das 19h30, no Centro Cultural Mauro Cunha (Av. Maranhão, 1507 – Setor Central – Gurupi – TO).

Para Alexandre Peixoto, professor de Letras do Centro Universitário UnirG, Núbio conseguiu o que poucos autores remonados conseguiram, ou seja,  colocar a poesia em prosa, confessando que raros formam os casos em que presenciou a poesia ser colocada de forma tão pura e simples.

O autor

Tocantinense de Gurupi, Núbio Brito, 51, é filho de pecuaristas e desde criança teve contato com a terra. Foi também no interior que conseguiu o primeiro emprego como vendedor de discos e fotógrafo em loja de primos.

Atualmente, o autor trabalha como Diretor de Comunicação da Prefeitura de Porto Nacional (TO).  Foi o responsável pela implantação do  programa Esporte em Revista na Rádio Araguaia FM, de Gurupi. Na TV Anhanguera (afiliada da Rede Globo), além de produtor executivo e editor foi o segundo apresentador do Jornal Anhanguera e incentivador da implantação do Globo Esporte Tocantins. Após quatro anos dirigiu a TV Real (SBT) em Palmas – TO. Um ano depois ingressou na Comunicatins, hoje Redesat (Rede Cultura), onde trabalhou como coordenador de jornalismo por vários anos.

Com a busca pela inovação, editou o jornal Gazeta Esportiva do Tocantins o primeiro impresso especializado em esporte no Estado, no qual trabalhei como seu repórter. Núbio Brito  também lançou   a Revista Sports do Tocantins. Em 2007 começou a versejar suas atenções ao jornalismo on line, e criou o portal de noticias Fatos i Fotos em parceria com seus filhos.

Tranqueira – Memórias de meu velho pai, foi publicado pela  CIR Gráfica e Editora,  de Goiânia, possui 237 páginas e  será vendido a R$ 20,00.

CÚMPLICE DE MAUS POLÍTICOS

Agosto 19, 2010

Em meados de  maio de 2008,  em seu discurso de posse  na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Carlos Ayres Britto,   afirmou que era preciso valorizar o eleitor, estimulá-lo a participar do processo e a exercer o senso crítico.

E foi além: enfatizou a necessidade de se dizer  ao eleitor que ele não é só uma vítima de eventuais maus políticos, ele também é cúmplice, visto que a responsabilidade do eleitor é muito grande.

O curioso é que a boa parte dos eleitores sequer tem consciência dessa cumplicidade, pois não raro, em tempos de eleição, buscam nos políticos benefícios individualistas, esquecendo-se que, quando eleitos, esses mesmos políticos representam uma coletividade


Trocando em miúdos: o eleitor é cúmplice quando elege os bons políticos, aqueles que trabalham positivamente para o bem comum. Mas igualmente é cúmplice quando em troca de algum favor, contribui para a eleição de maus políticos, aqueles que simplesmente querem que o povo “exploda”!

Como se tudo isso não bastasse, ainda tem o eleitor omisso, que chega a acreditar piamente que sua omissão não tem nada a ver com essa leva de maus políticos que são eleitos a cada quatro anos. Ou seja, é um “omisso sem culpa”, com se isso fosse possível.

Será que não está passando da hora de se implantar o voto facultativo no Brasil, cuja vantagem é que ele opera no plano da consciência cívica?

O sujeito vai lá para marcar sua presença para participar do processo livre e conscientemente. O ministro Carlos Ayres Britto também foi categórico ao afirmar que esse casamento operacional entre a liberdade e a consciência é o ouro todo, é a glória.

Se para muitos, o brasileiro não sabe votar, pois bem, eu digo que sabe. O  eleitor brasileiro já viciado na espetaculização midiática,   vota, sim, direitinho,   naqueles candidatos que os marqueteiros preparam especialmente para ele,  vendendo uma imagem de competência e de solução para todos os nossos problemas