Uma declaração de amor a Gurupi

Visão panorâmica da cidade

No domingo, 14 de novembro, a cidade de Gurupi, no Estado do Tocantins,  chegou aos 52 anos de emancipação política, mas com um corpinho de fazer inveja a muita dondoca adolescente.

É uma jovem senhora, reconheço, porém, mais jovem do que senhora, ou melhor, senhora do meu destino e de muita gente que por aqui vive.

Apesar de uns buraquinhos aqui outros acolá (coisa que se pode consertar), essa menina está com um corpinho bem enxuto. Não foi preciso ainda fazer uma lipo, mas há quem defenda a colocação de silicone em pontos estratégicos.

Intriga da posição!

Gurupi vai muito bem, obrigado. Como eu a amo, (e amo de paixão). Minha visão apaixonada me deixa praticamente míope para não enxergar seus defeitos.

Enxergar pra quê? Quem ama verdadeiramente, só enxerga qualidades em quem se ama.

Está bem, confesso: é um amor platônico. Também pudera, quis Deus que eu nascesse poeta. E os poetas, quando apaixonados, são platônicos. (E eu não fui exceção à regra, apesar de não saber quem a inventou).

Êita Gurupi faceira, festeira, carnavalesqueira, poeteira e tantos eiras que já me fogem à lembrança e me deixam sem beira.

Gurupi também é materneira (e não é brincadeira). A cidade é tal qual o coração de mãe: sempre cabe mais um. E não é que há vinte e tantos anos ela me adotou com mais um de seus filhos diletos?

O mesmo aconteceu com muita gente que aqui chegou, acabou fincando raízes, deu frutos e hoje fala com orgulho sobre a paixão se ser gurupiense.

E por falar nisso, esta cidade me ensinou que ser gurupiense é um estado de espírito, já que a cidade por si só nos dá ânimo para seguirmos em frente em nossas jornadas.

Aprendi que ser gurupiense, verdadeiramente, é não perder esperança. É acreditar que mesmo nas dificuldades, dias melhores virão, pois o melhor de Gurupi é a sua gente

Entrada Sul de Gurupi, no Estado do Tocantins

Anúncios

Etiquetas:

6 Respostas to “Uma declaração de amor a Gurupi”

  1. ray gonçalves alves Says:

    e ue gosto dessa cidade como se fosse a cidade que eu me criei eu mando um abraço a todas as pessoas que moram ai e um abraço para todos os meus primos del,lucia,filho e esmom.

  2. Vilmar Vieira da Cunha Says:

    gostaria de conhece o lado educacional e os curso que as faculdade oferecem

  3. Joselina A gonçalves Says:

    Parabens Gurupi pelos seus 54 anos, você é a razão de eu viver longe dos meus familiares, por ser uma cidade boa de viver. Aquí conquistei grandes patimonio, amizades, familia, trabalho, residencia propia. Sou feliz por viver aqui há 22 anos. E espero uma cidade sempre melhor. Parabens capital da amizade.

  4. cassilda moreira Says:

    nascí em Porto Nacional, morei um bom tempo lá, depois fui morar aí nesta cidade, ha 35 anos atrás, naquele tempo, essa cidade ja era linda…depois vim morar em Teresina PI, onde estou até hoje…aqui me casei e tive minha filha…hoje nesse exato momento, meu marido Francisco Pereira está chegando aí com um time de futebol feminino daqui de Teresina, pra disputar com o time da cidade de vcs, espero que ele seja bem recebido. abraços.

  5. THYMONTHY BECKER CORTEZ Says:

    Achei seu texto muito legal. Simples, objetivo e apaixonante. Parabéns. Você escreve muito apaixonadamente. Isso é muito legal.
    Passei por Gurupi quando fui medir a qualidade do ar em Porto Franco no Maranhão, passei a noite ai, na ida e volta. A cidade eh elétrica. Muito show de bola mesmo. Abraços

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: