Archive for Setembro, 2012

Desfile da Pátria em Gurupi homenageia a arte, a cultura e o civismo

Setembro 9, 2012

O  tema do desfile cívico deste ano, em Gurupi foi: : Brasil: Arte, cultura e civismo, onde as escolas mostraram, por meio  da arte, da cultura e do civismo, as riquezas da nossa terra. O evento contou com uma programação diversificada e foi comemorado na tarde de 6 de setembro, contando com a participação de várias escolas municipais, estaduais e da rede privada, APAE, banda da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, CIPAMA, GOC (Grupo de Operações com Cães e Pelotão Motorizado.

Tive a honra de ser homenageado pela Escola Estadual Presidente Costa e Silva, como parte do Projeto Treliças da Leitura de incentivo à leitura e à produção textual.

No ano passado, a Escola Estadual Presidente Costa e Silva recebeu o Prêmio Gestão Escolar – ano base 2010,  como a Escola Referência Brasil. Esse Prêmio busca  estimular iniciativas exitosas na Educação Básica pública em todo o país. Esta premiação é um orgulho para a Educação pública tocantinense.

Para conhecer melhor essa escola, clique  aqui

Projeto Amigos da Escola movimenta o CEM Ary Ribeiro Valadão Filho, de Gurupi

Setembro 9, 2012

Os alunos afirmaram que gostaram muito da minha palestra

No último dia 31 de agosto, o Centro de Ensino Médio Ary Ribeiro Valadão Filho, mais conhecido como Colégio Arizinho,  de Gurupi,  promoveu mais uma edição do Projeto Amigos da Escola e que contou com uma vasta programação cultural durante todo o dia.

Fui  um dos convidados especiais desta edição,  quando ministrei  uma  palestra  abordando questões  relacionadas à importância da leitura na formação intelectual das pessoas.

Na oportunidade,  também falou sobre sua produção literária e, em especial, sobre o meu livro “Histórias da História de Gurupi”, que por duas vezes foi indicado para o exame do vestibular do Centro Universitário Unirg.

Em nosso dia-a-dia fazemos a história do lugar onde vivemos, mas é muito comum não nos apercebermos disso. Como cronista procuro retratar a minha visão crítica dos fatos, principalmente, aqueles que têm nuances hilárias, fazendo questão de não permitir que caíssem no esquecimento.